Sobre

CASULO

Estamos em casa. 

As necessidades básicas  se expandiram  e o lar se tornou refúgio:

Um espaço com vida própria, que conta a nossa história através de objetos de afeto espalhados em cada canto, cada vez mais especiais e únicos.
O desprendimento da realidade se fez essencial no cotidiano,  ao passo que continuamos na luta para permanecer de pé,
extraindo de nós mesmos constantes milagres para seguir adiante.

Já não somos mais os mesmos.
Nossa casa se tornou um casulo.  

Deste processo imersivo surgiu o projeto de mesmo título, através de explorações em outros materiais e superfícies, resultando em esculturas mobiliárias e outras obras diversas, que vão ser lançadas mensalmente.

A primeira obra com nome auto explicativo se chama Ego. A peça piloto foi desenvolvida, esculpida e moldada em gesso, e a versão final será entregue em fibra de vidro. Terá uma tiragem limitada, e cada obra é entregue assinada e numerada.